logo:jipes Ngorongoro - Tanzânia Logo: Jipes
A CRATERA DA ARCA DE NOÉ

O Ngorongoro é o local privilegiado para observar, num único dia, um microcosmos da África Oriental. Afinal, a Arca de Noé ainda existe...

Texto e fotos: Alexandre Coutinho

Foto: Paisagem O Centro da cratera de Ngorongoro, no Norte da Tanzânia, abriga um dos últimos paraísos animais da terra, num equilíbrio ainda perfeito entre presas e predadores, à margem da intervenção humana. Esta caldeira velha de dois milhões e meio de anos e com uma área de 326 quilómetros quadrados e cerca de 20 quilómetros de diâmetro, disfruta de um ecossistema ímpar que acolhe as migrações sazonais e favorece a reprodução das mais diversas espécies.

O acesso à cratera está condicionado às regras próprias de um parque natural e limitado aos veículos de tracção às quatro rodas, dada a forte pendente das pistas que conduzem ao seu interior. É proíbido sair dos veículos, fazer piqueniques, alimentar os animais e, naturalmente, abandonar lixo.

Um imenso lago povoado por centenas de milhares de flamingos rosa é a imagem que melhor simboliza o Ngorongoro. Todavia, uma observação mais atenta permite descortinar a presença de muitas outras aves migratórias e residentes, entre as quais ibis e gansos do Egipto, marabous, garças e cegonhas europeias.

Foto: Jipes

A sobreposição territorial entre os animais é o que mais surpreende os visitantes. A savana é povoada por manadas de zebras, gnous (bois-cavalo), gazelas e búfalos, mas os pontos de água estão sob controlo dos leões. Durante o dia, a maioria felinos adultos descansam das suas caçadas nocturnas, dando aos mais novos a oportunidade de preparar as suas estratégias e ensaiar novos ataques. Mais discretos, os leopardos, cheetas e chacais também elegeram a cratera como reserva de caça. As suas presas predilectas abundam no Ngorongoro e o ciclo da vida e da morte é completado pelas hienas e abutres.

Foto: Rinoceronte O Ngorongoro é também o refúgio do rinoceronte preto — uma das espécies africanas mais ameaçadas de extinção —, colónias de hipopótamos, hordas de facoceros (um primo afastado do javali europeu) e manadas de elefantes.
Curiosamente, apenas os elefantes machos vivem no interior da cratera, de onde saem na época do acasalamento. O excesso de predadores mantém as fêmeas e as crias afastadas da cratera; tal como as girafas, por insuficiência de alimentos; e o próprio homem, aqui representado pelos guerreiros das tribos maasai, que preferem pastar os seus rebanhos de cabras e vacas nas encostas da cratera, a correr o risco de perder algumas cabeças de gado nas garras dos felinos.

Foto: Indígena O Ngorongoro é o local privilegiado para observar, num único dia, um microcosmos da África Oriental: um lago salgado, pântanos, riachos, planícies de savana e até uma floresta tropical. Ocupa cerca de um décimo da cratera e constitui o coração do seu sistema ecológico. A água acumulada na estação das chuvas flui para a planície na estação seca, garantindo a sobrevivência e o alimento às espécies animais e vegetais.

Afinal, a Arca de Noé ainda existe e largou amarras no Ngorongoro.


BLOCO NOTAS

País: Tanzânia (United Republic of Tanzania — 26/4/1963)

Área: 241139 km2
Mapa de Africa

População: 29 milhões

Capital: Dar es Salaam

Moeda: Shilling tanzaniano (câmbio médio, em Dez. 96: 1$00 = 4 Tsh) e dólar norte-americano

Idiomas: Inglês e Swahili

Vacinas: Febre amarela e profilaxia da malária


Documentos: Passaporte (visto obrigatório, válido por seis meses), carta de condução internacional, boletim de vacinas e seguro de viagem

Hora: GMT + 3 horas.

Destino: Ngorongoro Conservation Area, no Norte da Tanzânia, junto à fronteira com o Quénia, a cerca de três horas da cidade de Arusha.

Mapa de ngorongoro Mapas:

  • Tanzania (Rwanda - Burundi) — Nelles Maps (1:1500000)
  • Ngorongoro Conservation Area — Hoopoe Adventure Tours Tanzania (Arusha)

  • Guias:
  • East Africa - A Travel Survival Kit — Lonely Planet
  • Trekking in East Africa — Lonely Planet
  • Leonard, Robert — Swahili Phrasebook — Lonely Planet
  • (www.lonelyplanet.com)

    Acesso: Em veículo 4X4, por pistas de terra batida (trânsito pela esquerda). Por via áerea, com aterragem no pequeno aerodrómo local.

    Alojamento: Ngorongoro Sopa Lodge (Sopa Lodges Booking Office — Tel.: 00 255 57 6896/6886), Rhino Lodge, Wildlife lodge (Tanzania Hotels Investments, Arusha — Tel.: 00 255 57 2711), Crater Lodge (Windsor Hotels International, Arusha — Tel.: 00 255 57 3303), Serena lodge e no «camp site» junto à aldeia maasai de Boma Oloirobi, na periferia da cratera.

    Clima: A melhor época é a estação seca (Maio a Novembro). Clima ameno, com temperaturas que variam entre um mínimo de 14 a 18 º C e um máximo de 30 a 34º C. Humidade média a rondar os 50 por cento.

    Equipamento indispensável: Sacos de viagem maleáveis, vestuário desportivo de cores claras, botas de «trekkink» ou «randonnée», chapeú, óculos de sol, cantil, canivete suíço, bolsa de primeiros socorros, repelente para insectos, protector solar, binóculos, máquina fotográfica e câmara de vídeo.

    Código de preservação: O turismo poderá tornar-se, muito em breve, a maior indústria do mundo. Pode desempenhar um papel importante na preservação das culturas indígenas e do mundo animal mas, também, causar danos irreversíveis no meio ambiente.
    Lembre-se que as populações locais têm os seus próprios hábitos e costumes. Peça autorização antes de fotografá-los. Faça trocas ou retribua mediante pequenas ofertas. Respeite a sua cultura, sobretudo, em zonas de influência muçulmana.
    Em safaris, não saia dos trilhos (mesmo que perca uma boa fotografia). Conduza devagar, prestando atenção ao solo, arbustos e árvores. As primeiras horas do dia e o fim da tarde são, geralmente, as melhores horas para observar a vida animal na savana. Evite cercar, cortar o caminho ou aproximar-se demasiadamente dos animais; não os alimente; não saia do veículo; desligue o motor; e retire-se do local no caso de revelarem um excessivo nervosismo pela presença humana.
    Não fume ou apague cuidadosamente todos os cigarros. Transporte todo o lixo.
    Não compre artefactos proíbidos: Produtos em marfim, pelo ou pele de elefante; corno de rinoceronte; peles de felinos; conchas, corais e carapaças de tartaruga.

    FOC — Friends of Conservation (London: Tel. 0171 730 7904 — Nairobi: Tel. 2 339537)
    Greenpeace International — www.greenpeace.org
    World Wildlife Fund — www.wwf.org

    Endereços úteis:
    Kilimanjaro Adventure Travel
  • www.kilimanjaro.com/safaris/sargas/nortsout.htm
    Adventure Travel Guide
  • www.deepriver.com/adven/special.htm
  • www.travelsource.com
  • www.onsafari.com/tanzania.htm
  • www.africa-adventure.com
  • www.safaris.com/tanzania.htm
  • http://travelwalker.com
  • www.safaricentre.com
  • www.e-cards.com
  • Canal Temático
    Topo da Página
    Página Principal
    Viagem Seguinte