O que diz Kelly sobre Brian

Kevin Kelly, o editor da revista «Wired», foi um dos fieis seguidores da investigação de W.Brian Arthur.

Se a este último devemos os 'fundamentos' da nova corrente, escritos para um público de cientistas, a Kelly devemos o efeito mediático com um artigo seu na revista que edita (edição de Setembro de 1997 da «Wired», em www.wired.com/5.09/newrules.html) e, mais recentemente, com o livro New Rules for the New Economy, que já apresentámos na Janela na Web.

Em declarações que agora nos prestou, Kelly acentuou que «Brian é um dos poucos economistas que reconhecem que as tecnologias modificam fundamentalmente alguns aspectos da economia». A ele devemos ter «sido o primeiro a definir uma das mudanças fundamentais, a da passagem a uma dinâmica de rendimentos crescentes, e a sugerir que isso implicaria uma mudança radical».

Provavelmente, por isso, muitos lhe torçem o nariz: «Ele é muito mais radical do que um economista é suposto ser. Com ele vai acontecer um de dois extremos: liminarmente esquecido, porque afirmou coisas medonhas, ou profundamente correcto e glorificado no futuro. É cedo para dar o resultado, mas eu voto obviamente na segunda opção», conclui Kevin Kelly.

 

Veja aqui o nosso comentário de apresentação de New Rules for the New Economy