A Feira da Ladra Digital

de Michael Dertouzos


Começou por se inspirar no mercado de rua da sua cidade natal, Atenas, para idealizar o "mercado de informação" do futuro. Escreveu «What Will Be» (resumo do Livro, publicado na Executive Digest) para divulgar o que é realista esperar depois do boom da Internet e da Web. A maioria dos exemplos são oriundos dos gabinetes do Laboratório de Ciências da Computação que dirige no Massachusetts Institute of Technology, em Boston, um outro polo de massa cinzenta norte-americano a quem devemos muitos dos sucessos da revolução digital.

Mais um visionário da aldeia global


"Como visionário, as previsões de Michael Dertouzos são notáveis: logo em 1981 ele definiu o conceito de «mercado da informação», algo parecido com um mercado de vila do século XXI, onde pessoas e computadores compram, vendem e trocam livremente informação e serviços baseados na informação. É uma boa descrição - com a antecipação de quinze anos! - da Internet que começamos a conhecer hoje. Por isso não é de surpreender que Michael seja parte integrante da corrente que sustenta a Net - não será pos acaso que o seu Laboratório de Ciências da Computação, no MIT, seja o suporte do Consórcio da Web, que envolve hoje 150 organizações".

Eis o tributo de Bill Gates a este visionário, depois de ler o livro, apesar de "não concordar com todas as formas como Michael vê este novo mundo a evoluir ou nos afectar". De facto, Dertouzos e o Lab de que é director desde 1974 abriu as portas ao criador da Web, Tim Berners-Lee do CERN (na Suíça), que se radicaria em Boston, e se tornaria o director do Consórcio W3C World Wide Web Consortium, planeado e criado por Albert Vezza. Em Atenas, Dertouzos encontraria um amigo, Georges Metakides, chefe do programa comunitário ESPRIT, e ali cozinharia o envolvimento europeu, que viria a ser assegurado pelo INRIA (Instituto Nacional de Investigação em Informática e Automatismos) francês.

O livro escrito por Dertouzos está recheado de peripécias da vida do autor e conta episódios que foram cruciais no desenvolvimento da Internet e da Web. Não é só para "entendidos", apesar de não ter o cunho agitador de um Negroponte. Lê-se de uma assentada num fim de semana ou por partes, de acordo com as inclinações para este ou outro tema. Dertouzos ficou conhecido no final dos anos 80 pelo seu papel chave no livro Made in America: Regaining the Productive Edge (1989, escrito com Robert Solow) que muito furor fez na altura, como reacção à influência ideológica do «Made in Japan».


Autor: Michael L. Dertouzos
Título: What Will Be - How the New World of Information Will Change Our Lives
Editora: HarperEdge, Harper San Francisco, 1997
Páginas: 336
Site do MIT Laboratory for Computer Science: www.lcs.mit.edu
E-mail de Michael Dertouzos: dertouzos@mit.edu
W3C - World Wide Web Consortium: www.w3.org


ATENÇÃO:
Logo da World Wide Web Consortium
PRÓXIMA CONFERÊNCIA:
7ª Conferência Internacional em Brisbane, Australia
14 a 18 Abril 98
www7.conf..au/


LER AINDA: