Colaborações no Diário Digital


Grandes «pontos»!

Estou de acordo com o Dr. Duarte Lima quando diz que não se deve continuar a «bater» em Santana Lopes só porque ele, quando era Secretário de Estado da Cultura, inventou uns tais «concertos para violino de Chopin»; e também acho que não se deve voltar a falar da barafunda que em tempos ia na cabeça de Cavaco Silva acerca dos dois Thomas (More e Mann), e muito menos sobre a sua ignorância relacionada com o número de Cantos dos Lusíadas: para quem pode vir a ser Presidente da República, a cultura-geral é um pormenor sem importância - é para isso que há assessores.

Mas já me preocupa ouvir Paulo Portas, Ferreira Leite e Durão Barroso a referirem números decimais com «ponto» em vez de «vírgula» (taxas de alcoolemia de 0-ponto-5, défices de 2-ponto-8, e outros disparates do género), facto esse denunciador de uma perigosa iliteracia.

Ora, e para cúmulo, no discurso do 25 de Abril deste ano Jorge Sampaio aderiu ao disparate, pois todos os valores estatísticos que eu lhe ouvi referir eram na mesma base do «ponto-qualquer-coisa»!!

Sabem o que dizia a minha professora primária (ainda viva!) ao ouvir tamanhas barbaridades?

- A esses garotos, uma boa 4ª classe fez muita falta! E bem podem comemorar o 25 de Abril, pois foi ele que os livrou das reguadas que ainda hoje mereciam!


Publicado no "Diário Digital" em 30 Abril 2004

Página Anterior
Topo da Página
Página Principal
Página Seguinte