Colaborações no Diário Digital


As metralhadoras-falantes

«Vai marcar o canto... do lado direito... ganha balanço... corre para a bola... chuta com o pé direito... com força... bola pelo ar... em arco... salta o guarda-redes... mas não chega ao esférico e este sai pela linha lateral!».

Não, não se trata de um relato de futebol pela rádio.

É apenas uma amostra (de memória mas não longe da verdade) de como tem sido a maioria dos comentários televisivos aos jogos do Euro-2004: os «loquazes locutores» vão dizendo em voz alta exactamente aquilo que estamos a ver.

Ninguém explicou a esses esforçados profissionais que «radiotelevisão» não é «rádio-na-televisão»?

Ou alguém lhes disse (por brincadeira e eles acreditaram) que «iam ganhar por palavra» (como acontece em certos jornais )?

Inúmeras vezes dei comigo a tirar-lhes o pio ou a mudar de canal para a "2:" - onde, com frequência, se podem ver os fabulosos filmes do Charlie Brown ou - ainda melhor! - clássicos do Bucha-e-Estica (estes, com a suprema vantagem de serem mudos).


Publicado no "Diário Digital" em 1 Julho 2004
(e também em versão reduzida na «Visão» de 24 de Junho 2004)

Página Anterior
Topo da Página
Página Principal
Página Seguinte