Carta(s) Branca(s)


Desl' Eixo?

Um professor perguntou a um cábula como é que se classificavam as aves. «Pássaros, passarinhos, passarões, cucos e aves de capoeira» - foi a resposta.

Bush também classificou os povos segundo um critério bastante patusco (ao bom estilo da banda-desenhada de cow-boys - género literário que deve abundar na sua mesa de cabeceira): «Bons e Maus» - formando os segundos uma súcia de malfeitores, o «Eixo-do-Mal», espécie de aves de capoeira a quem tenciona torcer o pescoço.

Lembrei-me disso tudo por causa da recente visita do nosso ministro dos Negócios Estrangeiros à Líbia - facto insólito que não se esperaria de um super-alinhado com a política externa de Bush.

Pois lá foi ele, de fatinho escuro e Mercedes preto, atravessando o tórrido deserto líbio a caminho do acampamento de Kadhafi - que, sendo um dos «Maus», está na linha de mira dos «Bons». A que artes terá recorrido para que o Guia da Revolução o levasse a sério?

Depois de ver a reportagem fotográfica do acontecimento (na «Única» de 28 p. p.), não devo errar muito se imaginar que Martins da Cruz, uma vez estabelecido o necessário ambiente de cumplicidade debaixo da tenda e em torno do chá, lhe confidenciou ao ouvido que também se achava um pouco «anarca». E, para o provar, porventura piscou o olho ao anfitrião e, com um risinho maroto, apontou para o automóvel que ali o conduzira:

Hasteada num guarda-lamas e ondulando ao vento do deserto, a bandeira portuguesa brilhava, gloriosa... «de pernas para o ar»!


Publicado no "EXPRESSO" - "Carta Branca", em 12 Julho 2003

Página Anterior
Topo da Página
Página Principal
Página Seguinte