Carta(s) Branca(s)


Será do equinócio?

Para gáudio dos infor-fóbicos e infor-trôpegos lusitanos, o escândalo surrealista das colocações de professores atingiu o seu clímax: a «troupe» de informáticos vai dar lugar a turmas de Trabalhos-Manuais, pelo que é de prever que para o ano sejam contratados chimpanzés amestrados pagos com bananas da Madeira.

E é num país em que monstruosidades destas são naturais que nos querem convencer de que será possível dar à luz, e em pouco tempo, milhões de cartões com o rendimento (real?) dos portugueses, a fim de fazer depender dele o pagamento de bens e serviços! (*)

Estava eu a tentar imaginar quanta gente acreditará nisso, quando deparei com um ajuntamento de umas dúzias de pessoas que empunhavam estranhos cartazes. Curioso, fiquei a ver do que se tratava; demorei algum tempo, mas acabei por perceber:

Preparava-se uma manifestação do recém-formado «MIGA 3SMN», o «Movimento Independente dos que Ganham Aproximadamente 3 Salários Mínimos Nacionais») - valor que, segundo dizem, vai ser usado para decidir quem terá de pagar aumentos de renda de casa (e para outras coisas que ainda hão-de brotar das cabecinhas-justiceiras).

Ora o grupo tinha acabado de se subdividir em três:

O dos que «ganham um pouco menos do que 3SMN» - que exigiam NÃO ser aumentados; o dos que «ganham um pouco mais do que 3SMN» - que exigiam REDUÇÃO de salário para um valor abaixo disso; e o dos que «ganham exactamente 3SMN». Estes, coitados, sentiam-se perdidos, sem saber o que reivindicar...

(*) - Disseram-me há dias, num Centro de Saúde, que o cartãozinho-de-utente do SNS demora um ano a ser feito.


Publicado no "EXPRESSO" - "Carta Branca", em 25 Setembro 2004

Página Anterior
Topo da Página
Página Principal
Página Seguinte