Carta(s) Branca(s)


Domingo de ramos

No caminho por onde passo quase todos os dias há umas árvores cujos ramos, talvez por terem crescido demasiado devido às últimas chuvas, tapam partes de cartazes que estão ali perto dando origem a alguns mal-entendidos.

Assim, já dei comigo a magicar sobre as vantagens de ORAR quando o PS prometia MELHORAR; assustei-me com o MENTE! onde o BE exigia ABSOLUTAMENTE!; pareceu-me boa ideia a HABILIDADE onde, afinal, o PSD oferecia RESPONSABILIDADE; e fiquei confuso quando li FIANÇA no lugar de CONFIANÇA. Pelo meio ainda encontrei um cartaz muito velho onde João Soares parecia garantir COMPRO! quando apenas dizia CUMPRO!.

Mas há um que é agora extremamente actual: como o PS receava que o PSD viesse a ter maioria absoluta (o que não aconteceu), não estranhei quando, num dos cartazes em que Ferro Rodrigues prometia DETERMINAÇÃO, um raminho maroto lhe tapou o "DE".

Mas tudo isso são coisas em que se calhar só eu é que reparo. Pelo menos os políticos (quer os que se preparam para avançar quer os que estão de saída) só devem estar preocupados, desde domingo passado, com a sua "mudança de ramo"...


Publicado no "EXPRESSO" - "Carta Branca", em 23 Mar. 2002

Página Anterior
Topo da Página
Página Principal
Página Seguinte