Cartas para a Imprensa


O que é feito do voto electrónico?

Nas últimas eleições muito se falou - e ainda bem! - do voto electrónico; mas, agora que se avizinham mais duas e um referendo, o assunto parece morto.

Ou talvez não, até porque se trata de um processo trabalhoso e demorado:

Numa primeira fase, todo o trabalho desenvolvido durante vários anos tem de ir para o lixo.

Depois, é preciso dar tempo a que o Governo nomeie um grupo-de-estudo para criar uma comissão-de-especialistas de onde sairá um grupo-de-sábios a quem serão dados quatro anos para propor um novo sistema.

Só os cínicos é que comentam que «inventar a roda pode sair caro mas, enquanto eles o fazem, estão entretidos...»


Publicado no "DN" em 9 Outubro 2005, com o título "O voto electrónico" e com a última frase cortada

Página Anterior
Topo da Página
Página Principal
Página Seguinte