Cartas para a Imprensa


Pontos de vista

Como se sabe (e salvo raras excepções - como as esferas, p. ex.), os objectos têm aspectos diferentes conforme os ângulos sob os quais são vistos.

Mas o mais absurdo de todos parece ser o famigerado «arrastão» - um bizarro fenómeno que «existiu» ou «não existiu», conforme o observador se colocou do lado «direito» ou do lado «esquerdo».

Concordemos que, essa, nem o Luís de Matos conseguia!


Publicado no "Público / Local" em 2 Agosto 2005

Página Anterior
Topo da Página
Página Principal
Página Seguinte