Cartas para a Imprensa


Newton e Carrilho

De vez em quando, há quem refira que Sir Isaac Newton era uma pessoa intratável. Mas que interesse tem esse facto para a História, para a Humanidade e para a Ciência? Pouco ou nenhum, evidentemente. Por sinal, há casos muito piores! Entre gente que, muito justamente, ficou para a Posteridade, encontram-se pessoas com os mais variados defeitos - desde meros vaidosecos inofensivos até pedófilos sem cura.

Onde eu quero chegar é que temos de fazer um esforço mental e colocar em segundo plano as foleiradas podres-de-chique de Manuel Maria Carrilho.

Tentemos, sim, saber o que ele propõe para Lisboa e, acima de tudo, vejamos que garantias dá para cumprir as promessas que faz - pois, nesse aspecto, estamos MUITO mal servidos no que toca ao seu partido e ao do seu principal concorrente!

Quanto à sublime pepineira do vídeo com a esposa e a criancinha (e, posteriormente, os insultos que lançou em seu redor), já foi tudo dito. As gargalhadas que provocou é que, por serem homéricas, tardam em desvanecer-se...


Publicado no "Público" de 27 Junho 2005

Página Anterior
Topo da Página
Página Principal
Página Seguinte