Cartas para a Imprensa


Arrogância

Recentemente, o ministro António Costa admitiu que o anunciado projecto de acompanhamento de operações policiais por elementos do Ministério Público pode ter resultado de um erro de interpretação jurídica do Governo.

Usou até a expressão, tipicamente portuguesa, do «Sempre ouvi dizer...», mas não é muito grave, pois errar é humano.

No entanto, quando fui ao meu arquivo procurar registos sobre isso, apenas encontrei um vídeo em que, confrontado com críticas sobre o assunto, ele proclamava, sobranceiro:

«O mal de certas pessoas é falarem do que não sabem!»

Boa frase! Arrogante... mas certeira!


Publicado no "DN" de 29 Abril 2005

Página Anterior
Topo da Página
Página Principal
Página Seguinte