Cartas para a Imprensa


As Pharmacias

A polémica a propósito da venda, fora das farmácias, de medicamentos que não necessitam de receita médica fez-me lembrar os tempos em que uns patuscos quiseram impedir a venda de preservativos nas mesmas condições.

Se bem se recordam, eles escolheram o finíssimo slogane «Não misture amor com batatas!», que apoiaram no não menos delicioso argumento de que eles é que estavam habilitados a dar conselhos sobre o assunto!

A propósito, aqui fica o relato de um caso verídico:

Um amigo meu, pessoa MUITO corpulenta, foi um dia a uma farmácia e pediu:
«Uma caixa de preservativos do tamanho maior que tiver».

A senhora que estava ao balcão olhou-o de alto a baixo, corou e comentou:
«Os preservativos são de tamanho único...»

Mas ele esclareceu:
«Não, minha senhora. O que eu quero é uma CAIXA DAS MAIORES que tiver».


Publicado no "DN" de 24 Março 2005 com o título tonto «Como preservativos»

Página Anterior
Topo da Página
Página Principal
Página Seguinte