Cartas para a Imprensa


A Band(alh)eira Nacional

Já todos reparámos que há lombadas de livros cujo texto nos obriga a inclinar a cabeça para a esquerda, enquanto com outras se passa o oposto. Imagino que não deve haver nenhuma em que o nome do autor esteja para um lado e o título para o outro...

No entanto, sucede uma aberração dessas com algumas das bandeiras nacionais que por aí se vêem:

Em cima, têm escrito: «UEFA EURO 2004»; e em baixo: «PORTUGAL».

Mas - e o drama vem agora... - quem as afixa tem de optar:

Ou coloca o Símbolo Nacional correctamente - e o texto fica invertido -, ou faz o oposto - e o resultado é ainda pior!

A solução é pendurar as bandeiras «ao alto», com o verde para cima e o vermelho para baixo.

Depois, o transeunte roda a cabeça alternadamente para a esquerda e para a direita, e já vê correctamente o que lá está representado e escrito.

Não sei se fará bem à tão falada auto-estima dos portugueses, mas - para um povo que não pratica ginástica - à saúde faz, de certeza!


Enviado para a "Visão" em 8 de Julho 2004, mas não publicado

Página Anterior
Topo da Página
Página Principal
Página Seguinte