Cartas para a Imprensa


Mencionar a etnia será «relevante»?
(Título original: «Que raça de jornalismo!»)

Alguém no Expresso noticiava há tempos, e muito bem, uma série de assaltos.

Houve até o cuidado de explicar aos leitores que o primeiro tinha sido perpetrado por indivíduos "de etnia cigana". Quanto aos autores dos outros, ficámos sem saber, decerto por falta e espaço, a que "etnia" pertenciam.

Na semana passada, um outro semanário descrevia pormenorizadamente mais uma série de assaltos.

Ficámos a saber que o primeiro fora perpetrado "por pretos". Quanto aos outros, decerto também por falta de espaço, ficámos sem saber a que "etnia" pertenciam os respectivos autores.

Nesta semana ficámos a saber pela rádio e pela televisão que os assaltos da madrugada de quinta-feira foram praticados "por jovens de raça negra".

Mais adiante, referindo-se a fogos-postos de origem criminosa, ficámos sem saber "a etnia" dos autores desses crimes.

Conclusão:

Há que lutar por que os meios de comunicação social tenham um pouco mais de espaço para que posam dar as notícias completas.

Será caso para dizer: que raça de jornalismo!


Publicado no EXPRESSO - "Cartas" em 22 Jul. 2000

Página Anterior
Topo da Página
Página Principal
Página Seguinte