Cartas para a Imprensa


Toxi...cidades

Há quem diga que a passagem de Isaltino de Morais pelo Ministério das Cidades e do Ambiente apenas ficou marcada por ter anulado uma decisão do governo anterior.
Refiro-me à co-incineração que, bem ou mal, José Sócrates tinha mandado avançar, depois do parecer de uma Comissão Científica Independente (formada, aliás, com o apoio do próprio PSD - que a mandou "incinerar" quando se viu que não chegara a conclusões a seu gosto!).

E assim vai "ardendo" o dinheiro dos contribuintes...

Mas Isaltino teve uma ideia para remediar esse prejuízo:
Propôs, como sábia alternativa, a exportação desses resíduos industriais perigosos e tóxicos. A Sra. Ministra das Finanças terá dado o devido valor a essa contribuição para o equilíbrio da nossa Balança Comercial?
Além do mais, Isaltino enalteceu a vitalidade da nossa indústria, porque, à falta de melhor coisa para mandar para o estrangeiro, exportar lixo já é uma grande vitória!


Publicado no Diário de Notícias de 11 de Abr 2003, em «Cartas», com o título «O contributo de Isaltino para o ambiente»

Página Anterior
Topo da Página
Página Principal
Página Seguinte