Cartas para a Imprensa


São só bocas!

Dizem os livros que «Qualidade é a satisfação do Cliente ao menor custo». Infelizmente, muitos gestores (e os governantes também o são) só olham ao «menor custo» e esquecem-se da «satisfação do Cliente» - aquele que, por sinal, lhes paga o ordenado.

Vem isto a propósito da intenção do senhor Ministro da Saúde de aplicar taxas moderadoras a internamentos e cirurgias, uma decisão que, para além de desumana, não «tem pés nem cabeça» porque se trata de realidades a que ninguém se submete por gosto e, ao contrário de muitos casos que entopem as urgências hospitalares, não dependem do doente mas sim do médico.

Entretanto, já nos vieram dizer que «era só uma ideia...». Se assim for, temos um ministro que vem a público, larga uma «boca» grave, e depois fica a ver o que é que dá!

Obtusa forma de governar... Já conhecíamos a respiração boca-a-boca; será que agora temos a governação «boca»-a-«boca»?!


Publicado no "Destak" de 29 Setembro 2006

Página Anterior
Topo da Página
Página Principal
Página Seguinte