Cartas para a Imprensa


Os grava... dores

Foi tornado público que em alguns tribunais portugueses muitos depoimentos terão de ser repetidos porque os gravadores de som não funcionam correctamente - uma verdadeira anedota jurídico-tecnológica que me recordou uma conversa com um daqueles portugueses que fazem parte dos 53% de info-analfabetos:

Dizia ele que «os computadores são uma moda passageira», e reforçava essa afirmação com um argumento esmagador: «Quando era novo, também aprendi estenografia, coisa que agora já não serve para nada!»

Ora, como se prevê que só em 2009 é que todos os tribunais lusitanos tenham gravadores decentes, sugiro que o senhor Ministro Alberto Costa recorra aos conhecimentos de estenografia desse meu amigo, pois palpita-me que, em termos de "modernices", ele está perfeitamente sintonizado com o ritmo tecnológico da nossa Justiça.


Publicado no "Destak" em 5 Julho 2006

Página Anterior
Topo da Página
Página Principal
Página Seguinte