"Uma comunidade de primeiro plano"
Susan Hammer com Jorge Nascimento Rodrigues no City Hall em San Jose

A tecnologia é o sangue do Silicon Valley e o seu principal produto de exportação. No centro deste mecanismo está a cidade de San Jose que se intitula a si própria ultimamente de "Silicon Valley City".

Susan Hammer -  A Mayor de San JoseCom este cartão de visita, Susan Hammer, a presidente da Câmara desta cidade de quase 900 mil almas (mais habitantes do que São Francisco), recorda a sua visita no ano passado às ilhas atlânticas, dos Açores e da Madeira, e ao Continente português e salienta o interesse que lhe despertaram os Parques de Ciência e Tecnologia que visitou, o Taguspark, em Oeiras, e o Madeira Tecnopólo, no Funchal.

Uma das suas preocupações centrais, salienta-nos, ao receber-nos no City Hall de San Jose, "é o fomento de oportunidades de investimento". Na sua agenda esteve o caso da Intel, uma das «estrelas» do Vale, que mantem em carteira a hipótese de vir, no futuro, a localizar investimento em Portugal, como, na ocasião, se divulgou.

Mas ela explica-nos, depois, a forma de encarar o relacionamento económico, que não tem de ter obrigatoriamente um sentido unívoco - do Silicon Valley para o cantinho europeu à beira mar plantado.

"Uma das nossas iniciativas estratégicas é transformar San Jose numa verdadeira incubadora para talentos e empresas estrangeiras. Ainda recentemente no centro da cidade abrimos duas incubadoras de software, uma que foi logo preenchida por 15 firmas coreanas, e outra com dez empresas da Escócia", cita, a título de exemplo, como modelo de cooperação bilateral possível.

O tom da nossa anfitriã é bastante caloroso. Tony Goulart, da Câmara Portuguesa de Comércio da Califórnia, ao apresentar-nos Susan Hammer, à entrada do espaçoso gabinete com vista para o centro da cidade, tinha sublinhado: "É uma grande amiga de Portugal".

De facto, o nosso país tem estado no mapa das preocupações políticas de San Jose e do "condado" de Santa Clara - a divisão administrativa de que a cidade é capital e em que está localizado geograficamente o Silicon Valley - fruto do impacto da comunidade luso-descendente particularmente nos últimos cinco anos. "É uma comunidade de primeiro plano", sublinha a presidente de Câmara. Durante o seu mandato, uma descendente de portugueses, Margie Fernandes, foi inclusive vice-«mayor».

Ultimamente, contudo, a comunidade de ascendência hispânica - que são 27 por cento da população - tem ganho projecção e Susan Hammer está em fim de mandato. Como ela é presidente do Comité Consultivo sobre Comércio Externo do Presidente Clinton, especula-se sobre o próximo posto - a nível central - que ela poderá ocupar no final deste ano. Uma pista seguramente a não perder.

Página Anterior
Canal Temático
Topo da Página
Página Principal