O Criativo em Leilão

Curtas estórias por Jorge Nascimento Rodrigues e personagens imaginários pelo traço de Paulo Buchinho

Não, o artista não é um «golden boy».
Não subiu ao palco entre as mesas das clientes eufóricas.
Paulo é um «hva-flex», uma nova espécie profissional, que adiante se explica.
O prazer dele é leiloar o seu tempo disponível para criar.
Com 45 anos começa a estar mais careca do que nunca e os pelinhos brancos a fazerem lembrar-lhe que os «gadgets» que inventa para os japoneses e as nórdicas já têm barbas.
Decidiu, por, isso dar uma reviravolta no estilo e acentuar o seu direito à preguiça - ele que sempre foi um viciado furioso no trabalho.
O truque é a arte de decisão da gata, a sua inseparável «Minou» (não, não é francesa, é siamesa).
Ninguém mais vai reconhecer o Paulo.
2009 foi o ano I da viragem.

Paulo é um designer de bugigangas virtuais para ofertas de empresa pelo Natal ou por ocasião de aniversários ou para os encontros anuais de confraternização em que todo o mundo se encontra envergando uma «body net» especial da companhia num local aprazível.

Os convivas, em vez de fazerem concursos ridículos em torno das medidas dos «palm tops» (como faziam no século passado), activam estes seres indefiníveis no écran de uns micro-berloques que penduram ao pescoço e desafiam-se a ver quem tem o mais inteligente do ano.

Paulo criou uma linha original deste tipo de «merchandising» patenteada universalmente misturando formas humanas, animais e tecnológicas e, por isso, despertou uma procura enorme -imagine-se - por parte de empresas no Kansai - uma zona no Japão que ele nem sabia bem onde apontar no mapa-mundo - e na nova Liga Nórdica, na Europa.

A bugiganga começa por existir num ficheiro animado que cada um pode depois manipular como e onde lhe apetecer.

«Japoneses e escandinavas são os meus fãs de eleição», ri-se ele no «video-chat» falando, com tradução automática, para a sua última paixão, Selina Lo Yi, uma chinesa de Pudong (Xangai), que quando ele acorda está ela praticamente a preparar-se para jantar.

Mas, Paulo só cria, agora, a partir de lances sobre o seu tempo disponível para trabalho. E, ultimamente, depois desta paixão abrasadora, só trabalha mesmo aos fins de semana. Aos 45 anos decidiu-se pela semana de 50 horas de Direito à Preguiça, consagrado na Constituição Europeia, depois de 30 anos de vício furioso no design.

Paulo é um dos «hva-flexes» (*), a alcunha porque são conhecidos os colocadores de ofertas de tempo e competências de alto valor acrescentado em leilão em www4.flexmytime.auc.

Esta semana, Paulo mudou-se para uma casa de amigos na serra, o que lhe ocupou a semana inteira, e só dispõe de tempo livre sábado e domingo. Ele activou, então, na sua página pessoal no portal «Flex My Time» o aviso há cerca de meia hora, e já dispõe de 25 lances com propostas tentadoras no seu estirador digital novinho em folha.

A dificuldade da escolha, entre os 25, é resolvida pela «Minou», uma gata de carne e osso que volta e meia salta para o estirador. Paulo arranjou mesmo uma fibra que adere às patas (e unhas!) da bicha, evitando a destruição de um écran que foi feito para unhas de artista e não de felino.

«Detesto os agentes inteligentes para tomar estas decisões», conclui fazendo um esgar que lhe é muito típico, sempre que lhe empurram para cima a superioridade dos «brainwares» («postiços», como ele vocifera). Desta vez - surpresa - a proposta escolhida por «Minou» é um trabalho para os Açores por 1500 euros o fim de semana e mais uma viagem de «relax» a estas ilhas da Federação Atlântica. O boneco é segredo (como vos disse o estilo vai mudar radicalmente - o que sucede sempre que há moira nova na costa).

Se quiserem consultar a inspiração do artista escrevam-lhe (ele continua a adorar o estilo «retro» das mensagens escritas pelo arcaico «email», nesta época de «video-chat») para pbandminou@flexmytime.auc.

E para não julgarem que se trata de 'invencionice', veja os seguintes «sites» que já no princípio deste século (XXI) funcionavam como leilões de gente de talento:
Free Agent | Opus 360 | iNiku | Icarian | eWork | Gurus


(*) High-Value-Added Flexible People

Página Anterior
Topo da Página
Página Principal