Para Saber Mais

Existe um elevado número de "sites" na Internet com informação sobre o problema do ano 2000. Além da quantidade, o cibernauta confronta-se muitas vezes com um problema de qualidade. Desde os principais fornecedores de material informático e software, passando por organismos oficiais, até às publicações especializadas internacionais, todas procuram definir o problema, fornecem pistas de solução ou, muito simplesmente, servem de portal facultando «links» para outros sítios na Web.

http://ano2000.mct.pt
Na qualidade de organismo oficial responsável pelo levantamento do problema e coordenação de medidas, a Missão para a Sociedade da Informação (MSI) criou um espaço onde é possível encontrar, entre outra informação, as resoluções do Governo português sobre o assunto.

www.inst-informatica.pt
O Instituto de Informática do Ministério das Finanças, como responsável por grande parte das aquisições de Tecnologias de Informação do Estado, oferece um sítio na Web com alguns dados uteis, não só para a Administração Pública como também para as empresas.

www.oecd.org/
A Organização para a Cooperação e para o Desenvolvimento Económico (OCDE) produziu recentemente um relatório onde é traçado um cenário preocupante para as empresas e governos de todo o mundo.

www.year2000.com
Dirigido por Peter Jaeger, este site é uma das mais completas fontes de informação sobre o tema. Indispensável.

www.ispo.cec.be/y2keuro
Contem informação com interesse produzida pela Comissão Europeia e pelas diversas Direcções-Gerais sediadas em Bruxelas.

www.gartner.com
Uma das empresas de estudos de mercado na área das Tecnologias de Informação que mais estudos tem produzido sobre o impacto do "bug" do ano 2000.

www.taskforce2000.com
Informação sobre as acções que o governo inglês tem vindo a tomar para a resolução do problema.

www.y2k.com
O país que normalmente leva a dianteira na utilização de Tecnologias de Informação, também leva algum avanço na resolução do problema.

www.ibm.com/year2000
O maior fornecedor de informática tem grandes responsabilidades na ajuda à resolução do problema. Nesse sentido criou um "site2" com vasta informação não só para os seus utilizadores como também para outros interessados no assunto.

www.everything2000.com
Para além de informação generalista sobre o problema, fornece algumas dicas técnicas.

www.microsoft.com/CIO/year.asp
Os utilizadores de aplicações e aplicações mais antigos da Microsoft encontram informação útil nesta página para chegar ao ano2000 sem sobressaltos.

www.itaa.org
A associação norte-americana de tecnologias de informação é outra página de referência sobre o problema.

www.tsce.org/year2000
Uma página da responsabilidade do famoso IEEE (Instituto dos Engenheiros Electrotécnicos) onde é possível encontrar muita informação, embora muitas vezes de caracter mais técnico.

Bibliografia
Livro: Time Bomb 2000Existe uma vasta bibliografia (sobretudo em língua inglesa) sobre esta temática. Em português, o panorama editorial é desolador, tendo sido publicado, até agora, apenas um título. Eis algumas sugestões:
«Ano 2000 & Informática: Mini-Guia para os gestores das PME», da autoria de António Pinto de Morais. Edições Centro Atlântico, 1998
Livro: Year 2000 Problem «Time Bomb 2000: What the Year 2000 Computer Crisis Means to You» (compra do livro), da autoria de Edward Yourdon e Jennifer Yourdon, edição Prentice Hall PTR,1998
«Year 2000 Problem: Strategies and Solutions from the Fortune 100» (compra do livro), de Leon Kappelman, edição da Thomson Computer Press, 1997
«Le Syndrome de l'an 2000: Stratégies de conversion des formats de date» da autoria de Daniel Giraudeau, edição Eyrolles, 1997
Página Anterior
Canal Temático
Topo da Página
Página Principal
Página Seguinte